Esquema Geral

PureOil® é a solução para a Conservação e Acondicionamento de Fluidos Industriais (Óleos Lubrificantes, Dielétricos, Hidráulicos, Combustíveis e Óleos Vegetais) eliminando água livre, dissolvida e emulsionada, vernizes sólidos e gases dissolvidos.

Sobre os contaminadores

Os contaminadores são os materiais encontrados dentro do fluido e que são alheios à formulação original, podendo ser sólidos, líquidos, gasosos, calor, eletrostática e uma combinação deles, provocando a degradação química do fluido. Estes contaminadores afetam as propriedades físicas e químicas dos fluidos e óleos, provocando deterioração ou falha e afetando intensamente as funções para as quais foram criados: lubrificar, resfriar, limpar e transferir calor em equipamento dinâmico.

Contaminadores Comuns:

Partículas: estes contaminadores provocam rachaduras em coxins lisos, erosão de partes com acabamento de precisão, obstrução de elementos de controle e de potência (pistões e válvulas), lodos, obstrução de condutos de lubrificação, desgaste e ruptura da rigidez dielétrica.

Água: o óleo é higroscópico por natureza, isto é, capta água, por isso este é o contaminante mais frequente nos fluidos; sua eliminação de qualquer sistema é importante pelos problemas que esta pode causar: corrosão, desgaste em rolamentos, modificação da viscosidade num sistema hidráulico, ataque químico ao sistema, afeta aditivos em óleos lubrificantes; e no caso de transformadores, existe o risco de redução da rigidez dielétrica.

Ar e Gases Hidrocarbonetos e de Processo: o ar no fluido provoca movimentos erráticos num sistema hidráulico, provocando esforços adicionais num sistema de lubrificação, por isso a necessidade de ser removido.

No caso dos gases, existem riscos de inflamação, baixa viscosidade, desgaste dos elementos com movimento relativo e redução da rigidez dielétrica num transformador elétrico.

Quando há uma alta contaminação por gás e, portanto, um flash point baixo, pode haver uma ignição espontânea, causando sérias consequências.

Produtos de degradação: Vernizes, Lodos e Geles.

Estes produtos são gerados quando o fluido é submetido a esforços para os quais não foi fabricado, como: excesso de calor, oxidação acelerada, perda de seu conjunto de aditivos, etc. Ocasionam a deterioração acelerada da vida útil do fluido, provocando danos no equipamento e/ou paradas não programadas.

Por esta razão é importante detectar qual o contaminante que prevalece no fluido, e realizar o tratamento adequado.



 
Usado principalmente em